8 de junho de 2017

Bradicardia



Querido Coração,

Com licença, você está aí? Digo... ainda bate? Sei que sou a última pessoa que você desejaria ver, mas é que posso ver como está: machucado. Doendo. Desistindo. E embora não pareça, sua respiração me preocupa. 

Sou a culpada pelos seus últimos hematomas; talvez por todos. Eu te coloquei em posição vulnerável, deixei que você ficasse confortável e, quando senti o baque, te tranquei. Como se fosse resolver alguma coisa... Tive as melhores intenções, juro. Mas não foi o suficiente pra parar as dores porque, assim como ninguém mais entrou, ninguém mais saiu. E o Cérebro não consegue esquecer, daí geralmente sobra pra você.

Pra gente, na verdade.

Mas não posso me fazer de vítima junto. Quando você está se levantando, limpando o sangue da boca, eu insisto em voltar ao ringue ainda tonta. E já perdi a conta de quantas vezes fiz isso.

Eu só queria dizer que sinto muito. Nos dois sentidos - afinal, você mora em mim. Juro que estou tentando achar a chave da prisão de tortura em que te coloquei.

Já quanto ao Cérebro... aí é outra história.

-
texto inspirado na música

17 comentários:

  1. Senti o baque da intensidade que esse texto tem


    Meu Pai, não consigo explicar como amo teu jeito de escrever ❤

    ResponderExcluir
  2. Que texto intenso Debee; acho que trancar o coração nunca é a solução, mas é isso que tendemos a fazer quando saimos machucados de alguma relação. Amei a forma como vc escreveu... ARRASA!!!!!

    ResponderExcluir
  3. eu juro que senti a dor. E como sempre fico, tô pensativa e atordoada. Foram sentimentos tão verdadeiros que me consumiram durante a leitura. Eu AMEI demais. Ps: desculpa a demora por ler e o comentário confuso. É que eu sou assim mesmo RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minina turubem
      pelo menos tu veio ❤️ E desculpa. RS

      Excluir
  4. É bom dar um tempo ao coração de vez em quando.
    Excelente!

    ResponderExcluir
  5. Que texto incrível, garota! Achei tão cativante o modo como se refere ao coração. Espero que todos nós um dia encontremos a chave, né? <3

    Beijos!
    www.memorizeis.tk

    ResponderExcluir
  6. Seus textos são inspirantes (: me tocou realmente.
    https://atdaytime-crazyatnight.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. fiquei lendo os seus textos e ficando cada vez mais chocada de como eles são maravilhosos, me tocaram de uma maneira, já logo imaginei todos eles em um daqueles livros super fofos, espero que um dia você o faça <3 maravilhosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAA melhor comentário. Sério, fico muito feliz quando leem meus textos e mais ainda quando comentam <3 é um dos meus sonhos fazer um desses livros, tipo de crônicas! muito obrigadaaaaa

      Excluir
  8. Visitei seu blog hoje e gostaria que fizesse uma visita ao meu depois. O seu blog está na lista de blogs que eu aprecio, lá na página do meu!
    Aliás, você escreve muito bem. Esse texto mesmo, intitulado de 'Bradicardia', eu adorei quando o li, chegou para mim por e-mail assim que foi publicado, em junho. É tocante. Encantador!

    Com afável consideração,
    ~Rose Gleize.
    cartasdagleize.blogspot.com

    ResponderExcluir